/ O que dói no lado esquerdo?

O que dói no lado esquerdo?

A dor no lado esquerdo é uma desculpa para recorrerespecialista. Mesmo que, inicialmente, esses sentimentos não o preocupem demais. A atitude descuidada é simplesmente inexcusável. Especialmente diz respeito a dores agudas, afinal, muitas vezes, neste caso, a intervenção cirúrgica é necessária. No entanto, faz sentido se candidatar a um médico independentemente da gravidade das sensações. Independentemente de determinar, com o que exatamente é necessário colidir, o diagnóstico exato para colocar dificilmente será possível. No entanto, para posteriormente ajudar os médicos a diagnosticar, faz sentido ouvir seus sentimentos. Afinal, pela natureza e localização da dor, é possível assumir o que acontece com o corpo. E quanto mais precisa uma pessoa descreve sua condição, os médicos mais rápidos poderão determinar o diagnóstico se dói no lado esquerdo.

É por isso que é importante saber o que estar emlado esquerdo. A lista é bastante longa: o coração, o pulmão esquerdo, o pâncreas, os ureteres, o baço, o intestino, o rim esquerdo, o estômago, as mulheres ainda deixaram o ovário e o tubo uterino esquerdo. A maioria desses órgãos é oca, o que significa que, por várias razões, de trauma mecânico a várias doenças infecciosas, pode formar-se um bloqueio do órgão ou sua ruptura.

O que dói no lado esquerdo? Para fazer isso, você precisa dividir mentalmente a cavidade abdominal em quatro quadrados. Estaremos interessados ​​em dois quadrados esquerdos. Você precisa ouvir atentamente seus sentimentos, tentar entender qual parte do abdômen existem sensações desagradáveis, qual é a natureza deles?

O que dói no lado esquerdo, no topo? Há muitas opções. Assim, com infarto do miocárdio, observa-se dor abrasiva acentuada, além disso, é acompanhada pelos seguintes sintomas: dor na mão esquerda e no pescoço à esquerda, falta de ar, sudação, fraqueza, pulso difuso. Para um ataque cardíaco também é caracterizado por um forte medo da morte.

Cortando dor aguda no lado esquerdo,acompanhado de pele azul ao redor do umbigo, pode indicar uma ruptura do baço. Está localizado perto da superfície do corpo, o que o torna vulnerável a várias lesões. As doenças infecciosas podem levar a rupturas, à medida que os tecidos do baço se amolecem, e ele também aumenta de tamanho. A ruptura do baço leva ao sangramento interno, devido ao qual uma pessoa pode perder a consciência.

Problemas estomacais apresentam dores doloridasdepois de uma refeição, se há gastrite com baixa acidez e com o estômago vazio, se é uma gastrite com alta acidez e úlcera estomacal. Além disso, podem ocorrer náuseas e vômitos. Para a perfuração da úlcera é caracterizada por uma dor aguda, semelhante a um golpe de faca.

Também pode incomodar o pâncreas. É um órgão bastante grande que se estica na maior parte da cavidade abdominal. Portanto, a inflamação desta glândula, pancreatite, relata-se com dor de cintura, devolvendo. Como qualquer processo inflamatório, a pancreatite é acompanhada de febre, bem como de vômitos, como muitas doenças do trato gastrointestinal.

O diafragma divide as cavidades abdominal e torácica. É quase um músculo contínuo, no entanto, no centro há uma abertura para o esôfago. Às vezes, os músculos ao redor da abertura enfraquecem, ela se expande e o estômago pode se projetar parcialmente na cavidade torácica. Esta condição é chamada de hérnia do diafragma.

O que dói no lado esquerdo, no baixo ventre? A maior parte da dor nesta parte está associada a problemas do intestino ou genitais. Este último é especialmente característico das mulheres. A dor aguda pode testemunhar, por exemplo, sobre a ruptura de um cisto ovariano ou uma gravidez ectopic. Em geral, a dor no baixo-ventre nas mulheres vale sempre a pena avaliar no contexto do ciclo menstrual, sua violação indica exatamente as doenças do sistema reprodutivo.

Dores doridas maçantes indicam anormalidades no trabalho do intestino. Sobre eles é a perda de apetite, inchaço e sangue ou pus nas fezes.

O que dói no lado esquerdo? Eu quero acreditar que este artigo ajudará os leitores a descrever com mais precisão seus sentimentos aos médicos, mas não se automedique.

Leia mais: